segunda-feira, 28 de março de 2011

Luxos à rasca!



Sarava

Quem não aparece esquece. Será este ditado assim tão verdadeiro?!
Regresso para escrever não sei ainda bem o quê…mas vamos ver como isto flui. Aliás o meu alzheimer está a progredir a olhos vistos, a minha esperança está nas novas descobertas com ratos sobre a “juventude interna”.
Gostava de escrever sobre tanta coisa, mas cada vez tenho menos liberdade para o fazer.
Ah! Mudei de casa. Caixas e caixotes até então nunca antes descobertos. E agora tenho um chão nas casas de banho que aquece! Imaginam isto??? Acabaram-se os aquecedores em cima da porta ou os’ bufa-bufas’ em cima do lavatório… o aquecimento vem do chão! Agora dou comigo sempre surpreendida aquando dos meus pulos para os tapetes e toco com um dedito no chão de mármore, e que em vez de um choque térmico e uma hipótese para o início de uma pneumonia, está basicamente à temperatura do meu corpo. Não há forma de me habituar à ideia, aliás é até assustador, porque quando me davam piripaques (e em simultâneo avalanches de uma calor desmedido) eu acabava deitada no chão gelado da casa de banho (e isso recuperava-me bem). Agora terei que entrar no frigorífico (que dado ao meu tamanho era bem possível) ou tentar o chão da cozinha (que imagino ligeiramente mais gorduroso)…

Eu aqui a tratar dos meus luxos de aquecimentos que vêm dos solos e Portugal à rasca e o Mundo ‘sismado’ (adorei este trocadilho!!). Não participei na manifestação da geração à rasca…depois de um duelo comigo própria, achei que votava, que era activa, e que não me devia misturar com a maioria dos jovens que se demitiu de ser cidadão participativo desde que o pode ser. Aliás nesse dia saiu um estudo sobre Portugal no país que preside o maior número de jovens com veículo próprio. É ir às faculdades e os parques a abarrotar, ir aos ‘Piolhos’ e vê-los em comas, olhar para as roupas e ver as marcas…. Enfim… Nada contra quem se manifesta, não me obriguem é a mim fazer parte de uma geração que na parte mais interessante ou rica da manifestação (que era levarem folhas A4 com alternativas/sugestões para a mudança para estas serem entregues no parlamento) nada fizeram.

Até breve.
_E se eu fosse puta…Tu lias?_

2 comentários:

Kapikua disse...

Revejo-me na tua crítica à manif.

Beijo grande!

Anónimo disse...

Oi bonito assunto , apreciei muito, secalhar poderiamos tornar-nos amigos de blog :) lol!
Tirando as brincadeiras o meu nome é Michael, e como tu publico na internet embora o tema principal da minha página é muito diferente de este....
Eu faço blogues de poker que falam de dinheiro grátis para jogar poker sem arriscares do teu bolso......
Apreciei imenso o que li aqui!