quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

CRISE pimba em época de Natal!


Sarava vizinhos!


Peço desculpa pelas ausências... mas, de facto, o tempo voa e eu não tenho conseguido escrever aqui.


Em época natalícia as luzes brilham à noite pela invicta há já algum tempo.


A par do brilho a música invade as ruas. E pela antecedência dos preparativo da quadra, tenho ouvido Emanuel, Tony Carreira,e afins enquanto o trânsito me prende na hora de ponta. Imagino eu que puseram estas músicas para não começarmos tão prematuramente com as overdoses de músicas natalícias, já que comecei a ouvi-las em meados de Novembro. No entanto... não consigo perceber a escolha tão minuciosa do tipo de música.

E valha-me andar de automóvel...se não levava com o “nós pimba, nós pimba” nas paragens de auto-carro. O tempo de frio de rachar e a chuva nervosa já nos deixam deprimidos, ainda ter que aguentar as escolhas musicais pimba é quase meio passo para o suicídio. Voltem as músicas repetitivas de natal! Estão perdoadas!


Entretanto, gostaria de falar na CRISE... sinceramente, acho que o país está em CRISE desde que me conheço. Portanto, ou não estava e as pessoas eram exageradas, ou estava e agora a CRISE aumentou imenso, ou é sentimento equiparado à saudade...tipicamente português. Convenhamos que para qualquer das hipóteses possíveis podia ser encontrada outra palavra porque esta já está mesmo gasta... por exemplo carência, escassez, apuro, situação delicada, cenário em perigo, etc etc etc. É que até as crianças correm o risco de dizerem CRISE como primeira palavra em vez de papá ou mamã.


Sem mais reparos...


_E se eu fosse puta...Tu lias?_



p.s.- Mesmo sem eu conseguir comentar-vos... podem comentar os meus escritos....não há multa!! Estamos em CRISE!


p.s.- Imagem pintura de Dario Alves - "quadro desligado".