sábado, 6 de setembro de 2008

Um, dois, três...já cá estou outra vez!


Saravá!!!!!!!



(Yupi yupi olarilolé com arroz e com puré….tirarará!!... – grito de regresso cheio de energia:D)


Meus vizinhos, visitas e coisas que voam, cá estou eu renovada depois de um mês inteirinho de férias! Sim…porque já cheguei domingo passado, mas a rentrée no trabalho não me deixou actualizar antes. (Já pensavam que tinha morrido com alguma insolação ou alergia balnear não?!!?)
As férias correram maravilhosamente… No entanto… e como normal fiz duas constatações importantes em Agosto.

A primeira (e mais importante) é que as criancinhas adoráveis (com os devidos pais) deviam ser proibidas de entrar nas praias. Só lhes deviam ser permitido o acesso a partir dos 15 anos. Nunca antes disso.

Sinceramente, torna-se quase impossível fazer praia com tantas criaturinhas (crianças) à solta. Mal eu acabava de me estender molhada na toalha devidamente sacudida lá passava uma criatura e me enchia de areia. Era impressionante… ou iam para a água ou voltavam dela, ou iam chamar a mamã ou a avó… Parecia mau-olhado. E quando tentava fazer uma soneca…era praticamente uma utopia. Sempre que estava a fechar o olhito moreno (e já com areia) ou caía uma bola de voley, ou uma bola pequena de uma raquetada mal dada… ora começavam a berrar.
Convínhamos os bebés comem areia, não podem expor-se ao sol, comem de 3 em 3 horas, etc. As crianças requerem alta vigilância pela insegurança de raptos e afins, companhia para idas ao mar e chateiam com tanta energia. Logo porque teimam em levá-las?? Já não há paciência… Ainda reclamam as baixas taxas de natalidade??!!
Com estes exemplos, só nas férias, ficamos sem apetite nenhum para contribuir para qualquer aumento.

A segunda constatação, ou melhor descoberta, foi que os cintos de segurança são reguláveis! Segundo soube, desde 1995 os automóveis vêm todos com cintos reguláveis… Ou seja, eu andava feita Luís Vaz de Camões desnecessariamente (já que o meu carro é de 2004)!

E fico-me por aqui.



_E se eu fosse puta…Tu lias?_



p.s.- Imagem de Marcela Navascués.

28 comentários:

Ana S. disse...

Seja bem-vinda quem vem das férias!
As criaturinhas adoráveis deixam de o ser sempre que interrompem o sono de uma escorpiona looool Eu bem sei o que sofri estas férias com um bando delas. Sempre que tentava dormir elas desatavam a berrar e o pior é que era em inglês! Eu que nem sou pikena de dizer palavrões, disse todos os que sabia em inglês (mas cá com os meus botões claro. Classe acima de tudo!) looool
Beijos
P.S- Tenho cá pra mim que as escorpionas e escorpiões têm poderes telepáticos especiais nem que seja na comida lool

Lena disse...

:)

O pior é que um dia, somos nós que temos de tomar conta dessas crianças, e quase de certeza que as vamos tambem levar para a praia!! Toca aproveitar enquanto não os temos!!

Bom regresso!

beijinho

MEU DOCE AMOR disse...

Criança é mesmo assim.

O melhor é ir para um sítio sem quase ninguém.

Bom regresso e bom trabalho

Beijinho doce:)

ivone disse...

sou a primeira a manifestar_me sobre a quanta imensa saudade tive neste teu mês de ausência? nem imaginas o sossego que foi por aqui. mas já vi que o alvoroço regressou com toda a força.

então a menina está fora durante um mês inteiro e vem toda empolgada com criancinhas e cintos de segurança que encontrou durante as suas férias?
humm acho que a melhor parte não queres contar porque aposto contigo que houve melhor que isso. sabes qual era a solução para as tuas férias serem mesmo mesmo mesmo boazonas? enrolar os cintos de segurança ao pescoço das criaturas! assim sim rs


beijos abraços e alguns apalpões onde te apetecer mais


ps: e sim tive saudades de ti a sério sim. era isto que tu querias ler não era?

Papoila disse...

Pois então regressamos ambas! É por isso que vou para praias de mar bravio... essa do cinto de segurança. ,mesmo regulável corta-me o pescoço... tenho de o levar debaixo do braço...
Beijos

espirra canivetes disse...

A bandidolas também já apareceu...


Para quem não suporta ouvir as crianças na praia, as férias foram um bocadinho prolongadas...
Constipações não?

Aaaatchiiim

Antunes Ferreira disse...

LISBOA * PORTUGAL
ferreihenrique@gmail.com


Boas, miuda Jones

Olá! Passei de novo por aqui para saber de ti e das tuas coisas. Parece-me que vão óptimas. Parabéns! Vieste de quantos meses de férias? Vinte e cinco ou vinte e seis??? Onde? Nas ilhas Seichelles, no Kazaquistão, na Nova Caledónia, ou em Alhos Vedros?Já to disse, mas repito, que gosto deste blogue. Voltarei, um destes dias. Tu merece-lo; e, além disso dá-me um ganda gozo!

Continuo a esperar-te também no meu Travessa do Ferreira (www.travessadoferreira.blogspot.com). Não custa nada – nem dói… Palavra que ficarei muito contente. Avinça!.
Qjs & cumpts aos sacanas dos progenitores

Pelos caminhos da vida. disse...

Seja bem vinda amiga.
Obrigada pela visita.

beijooo.

Rafeiro Perfumado disse...

Por acaso estava mais a imaginar-te a partir em direcção ao pôr-do-sol, montada numa caravela portuguesa...

Quanto às constatações, na primeira eu alargava essa idade para os 33 anos, just in case. Na segunda, eu sou do tempo em que quando era puto o cinto não era obrigatório lá atrás, logo não me incomodava!

Beijocas!

sagher disse...

bem regressada ao universo dos blogues.
e um texto prenhe de razões

dragao vila pouca disse...

AAAAAAAAAAALELUIA!Chegou e disse!
Ponto 1:
Evitar férias em Agosto.
Ponto 2: não se deve dormir na praia.
Ponto 3:
um mês de férias é de mais.
Ponto 4:
benvinda e deixar vir a mim as criancinhas.
Beijinhos

Avid disse...

hehehe mulher... vai gostar de voar sempre assim ham? Tu vai e volta como a brisa... post nice.
Bjs meus

Gui disse...

Tirar as criancinhas das praias? Mas que maldade minha amiga. A praia sem elas, sem o som das raquetas, da música alto, das mãezinhas e tom agudo a chamar os rebentos e sem bolas de Berlim, tinha alguma graça?

elisabete fialho disse...

Pois é boa amiga, tinha saúdades desse sentido critico que faz bingo com a classe do salto alto
Ora bem começemos
Sobre os putos na praia...isso não é só na praia é em todo o lado, nos cafés ou esplanadas parecem baratas tontas que não sabem o que querem beber ou comer, acertam na boca só mesmo por acaso
No cinema para putos, mal empregue o dinheiro gasto na sessão, nem percebo para que raio os levam
Enfim feitas as contas eu concluo:
- Deve de ser triste ser-se filho de pais destes.
Sobre o cinto...bom quem sou eu para criticar esse tipo de coiss, eu que já fui atropelada por uma ambulancia???
Abraço amiga

M2 disse...

Imagina eu com duas crianças, sendo que a mais nova tem 2 anos...o dificil é encontrar a minha toalha no meio de tanta areia....enquanto encontro e não encontro a toalha ainda apanho uma insolação nas costas...
Bom regresso!!!

Pankekinha disse...

Obaaaaaaaaaaaaaaa
ela voltou com tudo hehehee
adorei
fiquei com um sorrisão daqueles de orelha a orelha heheheh
te gosto tanto por isto pa!
Bah!

Salve Jorge disse...

Pra nossa imensa saudade
Podias além de me ler
E fumar um cigarro
Nova viagem fazer
Voando ou de carro
E trazer sua beldade
Até minha cidade
QUe tenho imperiosa necessidade
De trocar uma prosa
E um trago
Um sorriso largo
E dar-te um rosa
Por toda essa magnifidade
Que és
E prometo manter afastada
A pelo menos cem pés
Toda a criançada...

P.s - Que bom que voltou.. mal sabes a falta que fazes...

Cátia Margarida disse...

bem vinda :D

felizmente não tenho tido essas experiencias na praia, mas realmente se tal me acontecesse, era exactamente assim que reagiria xD

há gente muito muito inconsequente na praia, já vi crianças na praia a horas em que nem eu conseguia estar, enfim.

<333

fi disse...

Então sejas bem vinda de novo!
Ainda bem que as tuas férias foram cheias de emoção (raiva) :D
É. Os cintos são reguláveis... que coisa estranha não é ? :D

Beijinhos* e bom regresso,

dragao vila pouca disse...

Voltou, mas preguiçosa.
Valha-nos o Ney.
Beijinhos

as velas ardem ate ao fim disse...

Mas descansaste ??

bjinho

e sim se fosses puta eu lia.

Rain Sister disse...

Olá. Boa música. E as bolas para mim são o pesadelo na praia, não sei porque vêm todas para cima de mim. Acho uma falta de respeito tremendo. Beijocas

SoniasmSilva disse...

Muito bem vinda novamente. Ja vi que trazes algumas reclamaçoes em relaçao as férias,mas tirando isso espero que o restooo do mês tenha corrido sobre rodas he he.

Beijos e bom fim de semana

collybry disse...

Poia é renovada, bem vinda, bem de crianças não digo mas de adolecentes digo, moro perto de um liceu1que barulheira vai ser daqui a pouco...

O teu,como vai?

Beijito

ivone disse...

andamos fugidas não é?
onde será que andas? arranjaste namorado? arranjaste namorada? preciso de uma explicação urgente.
volta estás perdoada!

Cadinho RoCo disse...

Criança na praia não é fácil mesmo.
Cadinho RoCo

LuisaB disse...

Aahahah ..pois é e quem não as consegue aturar mais que fique em casa no campo...como eu cá estive, nem vi a cor do mar nem o toque da areia justamente porque as crianças são incontroláveis ( as minhas não o foram nunca mas são casos raros) e aqui também temos não só as crianças mas tambem os cães que vão paraa praia e os Donos não os levam ao wc então onde fazem? na areia onde nos deitamos exactamente, por isso prefiro ficar aqui na Quinta à sombra de alguma árvore ehehehe.
Boa continuação.
Abracinhos

CARLA ROCHA disse...

O título do Blog já é por si só um espetáculo! Quanto ao texto, concordo em gênero, número e grau - aqui no Brasil não é diferente! Parabéns!